Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Um novo companheiro de corrida

Uma das raças de cães que eu mais gosto é o famoso “Salsicha” ou Dachshund. Adoro o animal por ser desproporcional, por ter aquelas patas minúsculas e um corpo esticadinho. Há quem diga que é dos cães mais perigosos do mundo, mas não deixa de me cativar.

 

Ora, ao final do dia por vezes costumo fazer um pouco de exercício, temos um grupinho simpático e de vez em quando vamos correr. No horário em que o fazemos há sempre um salsicha a passear no jardim, muito dócil e social: fica sempre parado a ver-nos passar e nos últimos dias, após passarmos, já vem a correr um pouquinho atrás de nós, porque o seu corpo não permite muito mais!

De dia para dia está a ganhar bastante confiança, tanta, que ontem decidiu juntar-se ao pelotão de corrida, mas juntou-se de uma forma não muito convencional, queria colar-se aos nossos pés e saltitar à nossa frente.

Nós, que íamos em passo de corrida, não esperávamos que o salsicha quisesse participar e toca de começarmos a tropeçar todos uns nos outros para não magoarmos o animal. Às tantas, o salsicha deve ter sentido medo e ao invés de sair daquela confusão, deita-se no chão, fecha os olhos e esconde a cabeça entre as patas! Se fosse uma avestruz, com certeza que a tinha enterrado!

 

Foi um momento profundamente hilariante, porque o cão ficou sem se mexer imenso tempo, até que o dono lá foi abaná-lo um bocadinho, olhou de um lado para o outro, viu que já não se encontrava em perigo e lá começou novamente a querer acompanhar o grupo. Cheira-me que vamos ter de enquadrar outro elemento na nossa corrida!

 

87.jpg

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Chic'Ana 19.05.2016 09:55

    Foi o que eu pensei, realmente naquele momento, podíamos ter ido 7 para o hospital! LOLOL

    "O trabalho revela que um em cada cinco «salsichas» já atacou ou tentou atacar pessoas estranhas, acrescentando que um em 12 já atacou mesmo os próprios donos. ", daí terem chegado à brilhante conclusão que é dos mais perigosos.
  • Imagem de perfil

    Sou Toda Amor 19.05.2016 10:26

    A SÉRIO??!!
    "Aquela coisa" rastejante?!
    MEDO!
  • Imagem de perfil

    Chic'Ana 19.05.2016 10:47

    Parece que sim! Mas eles são tão pequeninos e amorosos!!
  • Imagem de perfil

    Sou Toda Amor 19.05.2016 11:05

    São é uns enganadores da pior espécie... Olha eu que até costumo engraçar com um que anda lá pela vila... nunca mais vou olhar para ele da mesma maneira
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.