Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Os insólitos das férias - Nazaré

Bem sei que querem saber alguns dos momentos mais insólitos que passei durante as férias. O momento que ficou com o primeiro lugar deu-se na Nazaré.

 

Todos os que já tiveram o prazer de conhecer esta bela vila de pescadores, recordam com certeza os trajes das mulheres típicas, a afabilidade dos habitantes, as magnificas paisagens e também a secagem do peixe feita ao sol.

 

Estávamos a passear num belo dia, quando regressam as memórias de comer peixe seco e toca de nos dirigirmos a uma das bancas para comprarmos a tão famosa iguaria. Este peixe é amanhado, lavado, passado por água e sal grosso, por fim é aberto ou escaldado e estendido nas redes a secar ao sol. Supostamente a secagem dura 2 a 3 dias.

 

Eu provei e gostei bastante do sabor, o meu pai também estava a comer com prazer. A K e a minha mãe preferiram esperar para ver se tínhamos alguma reação adversa. Estava eu toda contente com o meu peixe, a dizer que era muito bom, quando:

 

Mãe: Ana, acho que tens qualquer coisa na boca.

Chic’ Ana: Sim, estou a comer o peixe, não queres provar?

K: Ahhh, isso parece-me um bicho!

Chic’ Ana: Um bicho? É peixe…

Mãe: Não, não, tens um bicho na cara, mostra lá o peixe.

 

Fomos observar o peixe com atenção, e voilá, o peixe estava repleto de pequenas larvas. Nem queria acreditar! Foi logo o peixe para o lixo e fomos a correr espreitar o do meu pai que aparentemente se encontrava bom. Naquele dia acho que ingeri umas quantas proteínas extra e só tenho uma coisa a dizer: o sabor do peixe estava mesmo divinal, mas comprar novamente, só mesmo observando muito, muito bem, pois aquele não deveria estar nas condições de secagem adequadas.

Mais alguém teve uma experiência semelhante? 

dsc_8237.jpg

16 comentários

  • Imagem de perfil

    Chic'Ana 30.08.2016 09:08

    Também é verdade, mas digo-te que não é nada agradável estares a comer e começarem a sair-te larvas pela boca! lolol
  • Imagem de perfil

    Sofia 30.08.2016 09:08

    Ca nojo!
    Não foram reclamar?
  • Imagem de perfil

    Chic'Ana 30.08.2016 09:27

    Foi logo tudo para o lixo e como já estávamos de saída não voltámos atrás..
  • Imagem de perfil

    Sofia 30.08.2016 09:29

    Comes-te mais do que pagas-te!
  • Imagem de perfil

    Chic'Ana 30.08.2016 09:30

    Pois, ainda me pedia dinheiro extra por o peixe vir com recheio!
  • Imagem de perfil

    Sofia 30.08.2016 09:32

    Recheio, extra molho!
  • Imagem de perfil

    Chic'Ana 30.08.2016 09:35

    Tens de experimentar, mas sem a parte das larvas! =)
  • Imagem de perfil

    Sofia 30.08.2016 09:37

    Ahaha, eu quando era miúda tinha a mania de lamber o dedo e passar no bacalhau salgado!
  • Imagem de perfil

    Chic'Ana 30.08.2016 09:40

    Eu também! Os meus pais encontravam-me sempre de volta do bacalhau a comer as pedrinhas de sal...
  • Imagem de perfil

    Sofia 30.08.2016 09:42

    Tu também?!
  • Imagem de perfil

    Chic'Ana 30.08.2016 09:43

    Pois, pelos vistos deve ser algo que as crianças pequenas têm!
  • Imagem de perfil

    Sofia 30.08.2016 09:45

    Fazer muitas asneiras, sim tens razão!
    Eu lambia as escadas, porque cheiravam a mofo.
  • Imagem de perfil

    Chic'Ana 30.08.2016 09:46

    Desculpa?! Lambias as escadas?! Não, isso eu decididamente nunca fiz!
  • Imagem de perfil

    Sofia 30.08.2016 10:15

    E a pedra pomes também, adoro o cheiro a mofo! Ahahaha
  • Imagem de perfil

    Chic'Ana 30.08.2016 10:17

    Oh Sofia!!!! lololol, isso não se faz!!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.