Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Onde fica o pulmão?

Bom, já se sabe que ontem o dia foi muito complicado em Lisboa por causa das manifestações de táxis, a solução: só mesmo andando debaixo da terra, qual toupeira. Felizmente o metro decidiu colaborar e parece que até aumentou o número de composições em circulação. Contudo, esqueceu-se de uma coisa muito importante: mais oxigénio, pois só assim consigo justificar o diálogo que apresento de seguida.

 

Eu estava sentada e à minha frente iam duas raparigas, aí na casa dos 16 / 17 anos. Uma delas estava muito aflita, e agarrava-se ora à perna, ora ao pé.

 

Rapariga 1: Dói-me mesmo muito, nem imaginas.. E ainda por cima não me estás a dar o devido valor.

Rapariga 2: Mas onde? Onde é que te dói afinal?

Rapariga 1: Aqui, mesmo junto ao pé, logo abaixo do pulmão.

Rapariga 2: Tendão?

Rapariga 1: Não parva, pulmão.. Se fosse tendão não estava preocupada!

Rapariga 2: Ah, então o melhor é ires ao hospital! Essas coisas abaixo do pulmão costumam ser perigosas..

 

Mas estamos diante de uma nova espécie que tem os pulmões junto aos pés?! Eu fiz um esforço tremendo para não me rir. Será possível tanta ignorância junta?

 

mentirinhas_681.jpg

 

Não se esqueçam de concorrer ao passatempo de Artesanato

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.