Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

O poupar tem limites

Como estamos numa onda de comemorar o aniversário do blog, decidi apresentar-vos uma história que me marcou e que muitos sorrisos desperta quando é contada.

 

Aqui há uns anos, na altura em que os telemóveis ainda eram uma raridade, em que haviam poucos modelos disponíveis e eu tinha o pako como tarifário, eu e os meus pais passávamos férias no Algarve.

Estávamos hospedados num aldeamento turístico, e eu, como irmã mais velha, ajudava sempre com as malas enquanto a minha mãe ficava a tomar conta da minha irmã no apartamento.

Ora, era dia de regresso, mala para aqui, mala para ali, sobe e desce no elevador, a meio do percurso, eu e o meu pai ficámos fechados no elevador. Houve uma avaria e nem o alarme funcionava. Era também muito cedo para alguém ouvir gritar ou bater no mesmo.

 

Já lá estávamos há uns bons minutos e ninguém nos vinha resgatar.

Pai (repetidas vezes): Logo hoje que não trouxe o telemóvel comigo! E agora o que fazemos? A tua mãe há-de notar que estamos a demorar muito. Não te sentes mal por estares aqui fechada, pois não?

 

...e o tempo passava, e o meu pai tentava desesperadamente abrir a porta...

 

Chic' Ana: Bom, eu tenho o meu telemóvel, mas não quero gastar dinheiro. Quanto muito podemos mandar um toque, ela liga e eu assim ganho pontos pela chamada.

Pai: Tu tens o telemóvel?! E não dizes nada?! Estamos fechados neste cubículo há mais de 20 minutos..

Chic' Ana: Alguém há-de reparar e não estamos assim tão mal, estamos sentados e tudo!

 

Escusado será dizer que lá me obrigou a telefonar à minha mãe para ir à receção contar do problema.

 

 

A minha mãe sofre de claustrofobia, portanto, só de nos imaginar trancados, começou a sentir-se mal e a gritar junto ao elevador:

Mãe: Tenham calma, não entrem em pânico. Estão já aqui os senhores! Vão já resolver tudo!

Chic' Ana: Vês? (a olhar para o meu pai e muito séria) Mais valia não termos telefonado. Ela sente-se mal, treme como varas verdes, e ainda por cima gastei o meu saldo, os últimos tostões que tinha no telemóvel! 

 

Só sei que fizemos a viagem do Algarve até Lisboa, comigo sempre a lamentar-me por não ter dinheiro para comunicar com as pessoas. Chegámos, e tiveram o desplante de não me carregarem o pako. Acham isto normal?! Afinal foi o meu telemóvel que salvou o dia! E eu estava tão bem de férias no Algarve...

 

aureolos_123.jpg

Já sabem, nada de andar de elevador com pouco saldo no telemóvel!

Bom fim de semana. 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Chic'Ana 30.09.2016 10:22

    Mas ainda dei luta, batalhei para lhe dar somente um toque, e dei, mas ela não ouviu, tive mesmo de ligar =(
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.