Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

O balão perseguidor

Aqui há uns tempos fomos à primeira festa de aniversário da Little B. 

Foi conhecer uma pequenina que também habita por estas terras blogoesféricas e que fazia um aninho.

Adorou a festa, foi num local ao ar livre e confirmámos uma vez mais a paixão que ela tem por animais, é impressionante, é que nem a comida, que é outra das suas paixões, ganhou aos pombos, aos cães, e a outros animais que por lá andavam a passear.

 

No final da festa, trouxemos um balão de hélio como recordação. Foi o caminho todo a brincar com o mesmo, chegou a casa e continuou a brincadeira.

Ora, ela está numa fase em que eu só fico descansada se, estiver na cama a dormir ou estiver na aranha (ou voador, termos técnicos), pois não consegue alcançar a maior parte das coisas.

 

Para conseguir fazer o jantar, coloquei a Little B na aranha, e para ela conseguir continuar a brincar com o balão, amarrei o mesmo na aranha e toca de ir para a cozinha.

Estou muito bem a mexer o cozinhado e só ouço: zummmm, zummmm, pum!

 

Espreito pela porta e está a Little B a correr na aranha, desenfreadamente no corredor, sem nunca parar. E estava claramente cansada..

 

Coloco-me à espreita, sem ela me ver. O que estava a acontecer?!

Ela queria desesperadamente chegar ao balão, mas não conseguia, pois estava longe do seu alcançe. Chateada com o mesmo, queria livrar-se dele! E a forma de o manter afastado, era correndo... Mal abrandava, o balão chegava perto dela. 

Então corria e ao mesmo tempo praguejava com o balão (o que na sua linguagem era algo como "ahhh, pfff, brah, ahhhhhhhhh")

Só vos digo, de tanto correr, foi uma noite descansada.

 

E claro, a mãe ria-se a bandeiras despregadas. Ainda tentei tirar uma foto, mas só se vêm sombras de tanta correria.

calvin-110.gif

Não a deixei sofrer muito, ao fim de uns minutos, retirei o balão da aranha, e ela só lhe queria bater!

86 comentários

Comentar post