Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Ladrão pouco convencional

Ontem contei-vos a história de como utilizar um macaquinho para encobrir uma viagem à Eurodisney. Uma das sugestões que me apresentaram, foi a de efetuar uma visita ao Jardim Zoológico para compensar este défice de atenção a que fui sujeita por parte do animal, o que me fez lembrar de um episódio antigo (obrigada pela recordação Little).

 

Quem já foi à Eurodisney sabe que um dos principais avisos é o de ter cuidado com os assaltos. Muitas vezes os ladrões são crianças, pequenas, que não levantam qualquer suspeita, e por isso mesmo, aconselham a ausência das típicas malas de senhora, e a utilização de mochilas voltadas para a frente. Pois bem, no Jardim Zoológico, apesar de em dimensões mais reduzidas, o cuidado a ter era similar.

Num belo dia, lá fomos nós ao jardim zoológico, devidamente equipados e eu quis estrear a minha mala cor-de-rosa novinha. Como era tão pequena, os meus pais achavam que ninguém me ia querer roubar a mala, pois os itens valiosos estavam na mochila.

 

Na minha malinha eu levava o que era precioso para mim: pão para alguns animais, amendoins para outros e bolachas para adoçar a boca. O passeio estava a correr ás mil maravilhas. Alimentei os patinhos e cheguei finalmente à zona dos macacos, retirei os amendoins e toca de atirar. Eles apanhavam-nos no ar e descascavam com uma rapidez impressionante. E eu cada vez me ia aproximando mais, às tantas, sinto um puxão no ombro… Quem é que me estaria a puxar? Pensei que eram os meus pais para me afastar mais das grades e nem sequer liguei. Mais um puxão e lá vai a minha mala.

Tinha-me roubado a mala!!!! A minha mala estava a fugir.. pelo ar!!!

 

Uma mala a fugir pelo ar? Às tantas as pessoas começam a gritar e a rir, pois o meu ladrão era pouco convencional. Tinha sido assaltada por um macaquinho, e ainda por cima dos mais pequeninos que corria grades fora com uma malinha cor-de-rosa.

 

Os meus pais ainda foram ter com os tratadores para tentar recuperar a mala, mas nada feito, não podiam entrar a qualquer altura nas jaulas, e só mais tarde a podiam reaver! Fui para casa tristonha, sem a minha mala favorita e sem as minhas bolachas. Vítima de um macaquinho guloso que levou uma mala repleta de guloseimas!

 

Portanto, meus senhores, quando se aproximarem da jaula dos macacos, pertences bem agarrados, pois todo o cuidado é pouco!

 

caco_115-copy.jpg

Cada macaco no seu galho, e cada macaco com a sua mala! Não com a minha mala!! 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.