Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Férias: O mar

E estamos quase a chegar ao fim das minhas dicas de como sobreviver às férias. Porquê? Porque daqui a 15 dias estarei a boiar numa praia qualquer deste Portugal! Sim, bem sei que ainda faltam uns dias mas eu preciso de entrar em estágio rapidamente.

 

Truque número 9: Respeitem o mar e os ensinamentos que ele vos dá!

 

O respeito ao mar deve ser enorme, e quem diz mar, diz lagos, rios, piscina, etc.

 

Lembro-me que há uns anos estava dentro de água com o meu pai, quando vem uma onda e rapidamente ficámos sem pé. Aparentemente estava tudo bem, sabemos nadar os dois, mas eis que ele começa a dizer para eu sair que ele não estava a conseguir. Eu olho para ele e parecia-me estar tudo ok, até que começa a ficar mais aflito e a nadar com mais vigor, contudo, não saía do mesmo sítio. Eu estava uns 5 metros afastada, mas foi o suficiente para ele apanhar uma corrente estranha e no meu local nada sentir.

 

Foram dez minutos, dez minutos que pareceram uma eternidade, em que ele não se conseguiu movimentar.

A solução: deixar de lutar com o mar, porque este vence-nos claramente.

 

Eu consegui sair e já me preparava para alertar os nadadores salvadores da praia contígua (aquela não tinha) quando a corrente acalmou e ele saiu como se nada se tivesse passado. É difícil, eu sei, mas tentem não entrar em pânico. Se isto vos acontecer, peçam ajuda. É fundamental não frequentar praias desertas porque ninguém está livre de um percalço.

 

aula natação.jpg

 O passatempo termina já amanhã! Já todos participaram?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.