Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Cérebro, por onde andas?

Ontem de manhã tive uma crise aguda de falta de cérebro, que penso que pode ser justificada por ter tido origem de madrugada. Pode, não pode!?

 

No fim de semana, como é habitual, fazemos sempre uma limpeza mais a fundo à casa, e, durante a semana, é manter as coisas mais ou menos arrumadas apesar do ritmo frenético.

Hoje de manhã, quando ia utilizar a torradeira, deparei-me com esta cheia de migalhas. Limpei o melhor que consegui à volta, mas sobraram umas migalhas incómodas que não conseguia alcançar. Do que me lembrei eu? De soprar!

 

Que escolha mais inteligente, as migalhas voaram diretamente para os meus olhos, que me arderam horrores, fecho-os instintivamente, e continuo a gesticular (para quê?), entorno o leite que já se encontrava quente por cima da mão, e fico com a cozinha de pantanas.

Dirigi-me rapidamente à casa de banho para colocar água e soro fisiológico nos olhos, mas nem por isso me livrei de estar com eles tipo zombie… Se virem alguém com os dois olhos muito vermelhos e com um ar mais ou menos decente, prazer, sou eu..

 

E já agora vejam lá se recuperam o meu cérebro e o devolvem à dona!

 

mentirinhas_274.jpg

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.