Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Arrendar um apartamento não é fácil

Ontem estava eu muito sossegadinha na minha vida, quando me telefona um amigo meu a dizer que tinha encontrado a casa dos seus sonhos, mas necessitava de um fiador para alugar a casa. A conversa desenrolou-se e fiquei a perceber que, segundo ele, agora é necessário:

  • Identificação - o que eu considero normal.
  • Último recibo de  IRS e nota de liquidação - com o objectivo de perceber se o futuro inquilino tem mesmo capacidade para pagar a renda. Para mim já é uma informação demasiado pessoal, compreendo em caso de crédito, que têm de investigar quase a totalidade dos nossos rendimentos versus despesas, mas em aluguer já torço um pouco o nariz.

 

E a partir daqui é que começam as minhas dúvidas e o meu queixo a descair um pouco:

  • 3 últimos recibos de vencimento;
  • Declaração da entidade patronal;
  • 3 últimos extractos bancários (para verificar o saldo médio);
  • Fiador;
  • Mês ou Meses de caução.

Mas agora alugar casa é mais difícil do que contrair um empréstimo bancário?

Estamos a falar de uma autêntica invasão de privacidade. Então tendo 1 ou mais meses de caução, o proprietário não se encontra salvaguardado quanto aos possíveis incumprimentos?

E quem não conseguir um fiador? Não é assim tão fácil nos dias de hoje e nem toda a gente tem o perfil necessário para o ser..

 

Há aqui alguma coisa que me está a escapar, certo? Quem faz a gentileza de me tentar explicar?

 

satirinhas-interesseira.jpg

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.