Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Spinner

A semana passada fui apresentada ao Spinner. Já tinha ouvido falar do mesmo e dos seus benefícios para as crianças: ajudar a controlar o stress e a ansiedade, ajudar no distúrbio de atenção e autismo, mas desconhecia o seu modo de funcionamento. 

 

Um colega meu adquiriu um para o filho e eu com a minha curiosidade pedi para experimentar. O Spinner é um objeto pequenino, com três pontas, cujo objetivo é fazê-lo rodar. Ao rodar, produz sem dúvida um efeito visual interessante, por causa das diferentes cores que se misturam entre si, é quase hipnótico.

 

Ali fiquei, parada, a girar aquilo e a pensar nos desafios que teria associado... Pois, não tem. O objetivo é apenas rodar e ver quanto tempo passa até parar! A verdade é que as crianças fazem campeonatos associados a estes brinquedos, sendo o vencedor, aquele que rodar mais tempo. O modo como as cores se conjugam é bastante engraçada, mas depois de o fazermos uma vez, é sempre igual.

 

Sinceramente não fiquei fã, acho que é mais um brinquedo que potencia a que as crianças fiquem estáticas, paradas, que não os ajuda a conviver e a interagir entre si. É mais um brinquedo de isolamento. Pode acalmar sim, e pode ser interessante em determinadas terapêuticas, mas continuo a preferir os brinquedos mais tradicionais que os obriga a socializar.

 

Qual é a vossa opinião sobre estes brinquedos, que tanto conquistam crianças como adultos? Sabem de mais alguma aplicação que eu desconheça?

 

spinner.JPG

 

Quanto ao vencedor do passatempo, a feliz contemplada foi a Catarina Reis, muitos parabéns! Já publiquei o resultado no facebook, com identificação, esta semana envio mensagem para combinar o envio.

 

195 comentários

Comentar post

Pág. 1/6