Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

One Smile a Day com.. a Fia

E o que voltou com o início do ano? A rubrica que promete colocar um sorriso no nosso rosto.

A convidada desta semana é a Fia, autora do blog O cantinho da Fia. A Fia é natural da suíça, com nacionalidade portuguesa e com atual residência na Bélgica. Toda esta experiência de vida só podia resultar num blog rico em diversidade. Desde culinária, a exercício, desde locais marcantes a moda e beleza, podemos encontrar aqui de tudo um pouco. Para além de todos estes temas interessantes, a personalidade da autora é algo que se destaca: sempre simpática e com um sorriso pronto, promete receber-nos sempre de braços abertos. Passem por lá!

 

Confesso que até fiquei emocionada quando recebi o convite da Chic’Ana para participar na rubrica One Smile a Day e foi com muito entusiasmo que o aceitei. Adoro esta rubrica, assim como qualquer peripécia contada pela Chic’Ana. Já lhe disse que ler o blog dela logo pela manhã é como receber um boost de energia.

 

Logo após aceitar o convite comecei a pensar na melhor peripécia para vos contar. Inicialmente fiquei bloqueada e não me conseguia lembrar de nada, mas passados alguns segundos comecei a lembrar-me de muitas e o difícil foi mesmo decidir qual partilhar.

 

Decidi então partilhar uma história que simboliza a inocência das crianças, neste caso a minha inocência. Ter irmãos é maravilhoso e quem os tem sabe disso, mas nem sempre a relação é um mar de rosas. Eu e a minha irmã mais velha somos um bom exemplo disso: andávamos sempre zangadas quando éramos mais novas, mas ao mesmo tempo éramos inseparáveis. A minha mana estava sempre com a mão pronta para me dar tautau, com ou sem razões para tal. Até que chegou o dia em que eu muito chateada com a situação virei-me para a minha mana, muito segura de mim, com o dedo indicador apontado para ela e disse-lhe assim:

Fia: Um dia, quando eu for mais velha do que tu e tu mais nova do que eu também te vou dar tautau e vais ver que não é bom.

 

Ainda hoje em dia a minha teoria é motivo de risota para toda a família. Uma coisa lhes garanto, os anos foram passando e eu nunca consegui ser mais velha do que a minha irmã mais velha :p Estranho, não acham?

 

Mais uma vez quero agradecer à Chic’Ana pelo convite. É um privilégio partilhar uma das minhas peripécias aqui no teu blog.

 

À Chic’Ana e a todos os que por aqui passarem desejo um 2017 muito feliz!

 

Muito obrigada Fia, pelas tuas palavras e acima de tudo por esta bela partilha. Realmente a inocência das crianças é algo extraordinário e tenho a certeza que vais despertar muitos sorrisos - pelo menos o meu já o tens!

 

Eu acho que eras menina para ter o discurso abaixo, assim que vi a banda desenhada lembrei-me logo de ti e desta história!

mentirinhas_540b.jpg 

167 comentários

Comentar post

Pág. 1/6