Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

Chic'Ana

“Não posso mudar a direção do vento, mas posso ajustar as minhas velas para chegar sempre ao meu destino” by Jimmy Dean

As diabruras de um passarinho

Para quem ainda não sabe, durante as férias apadrinhámos um passarinho que caiu do ninho numa fase muito embrionária. Alimentámos o passarinho através de uma seringa e nos últimos dias já conseguia comer através de um pauzinho ou mesmo pelos nossos dedos, indo bicando devagar.

É um animal que necessita da natureza e queremos devolve-lo assim que ele estiver em condições para tal. Agora, o que não esperávamos era ter tantas curiosidades para partilhar:

 

  • Tem um feitio bem marcado: já sabe bem o que quer e o que não quer comer – se não gosta da ementa apresentada, foge a correr de quem o tenta alimentar. Quando gosta, e se demoramos muito tempo a dar-lhe de comer, começa a piar muito alto e cada vez mais irritado;
  • Adora receber festinhas no topo da cabeça, ficando quietinho e dando jeito consoante a forma que mais lhe agrada;
  • Adora que falem com ele. Quando está a ser ignorado, tenta chamar a atenção, ou fazendo mais barulho ou voando até às pessoas (ele não se encontra fechado);
  • Adora um vestido que a minha mãe tem cheio de flores, deve pensar que é um arbusto e cada vez que a vê com o vestido, voa para cima dele (está numa das imagens abaixo);
  • Agora já gosta de se banhar e de sacudir as penas todas posteriormente, ao princípio ficava muito quieto e esticado com medo que a água lhe tocasse nas penas;
  • Agora aqui preciso da vossa ajuda para compreender este ponto: Sempre que a minha irmã pega no passarinho, ele deixa-lhe um presente. É sinal de sorte, certo?

 

Está a crescer a olhos vistos, vejam as imagens:

passarinho.bmp

 

As partidas do Facebook

E vamos lá então começar por contar alguns dos episódios que mais me marcaram nestes tempos em que estive ausente.

 

Na última semana de trabalho, estava eu em amena cavaqueira com duas pessoas da blogoesfera no chat do facebook, quando a Ana G. teve a brilhante ideia de trocar as voltas à Vih, e colocar o seu nome também como Chic Ana. Como a Vih estava no tablet não percebia com quem se encontrava a conversar - é verdade, fizemos-lhe a vida negra - mas foram somente 10 minutos.

A Ana G. tentou alterar novamente o seu nome para o nome corrente (tratava-se do seu facebook pessoal e as pessoas poderiam estranhar). Eis senão quando é surpreendida com a seguinte mensagem:

 

13617426_1233239356716777_31663890_n.jpg

 

O facebook pregou-lhe a partida de volta e não a deixa alterar o nome de perfil até perfazer 60 dias. 

 

O que nos rimos o resto da tarde. Portanto já sabem, há duas Chic's por aí neste momento e muitos curiosos a tentar perceber porque é que a Ana G. tem a mania que é chique!

Suporte_5991.jpg

Mais uma vez, tenham atenção, pois nunca se sabe quem que se encontra por trás do monitor. Neste caso, tratou-se de uma brincadeira. Mas quantos casos não terminam mal?

 

A versão da Vih aqui

 

O Regresso

Estou de volta (confesso que já tinha muitas saudades)! Foram 3 semanas de descanso, muito completas, com praia, campo, serras, praias fluviais, tudo a que tive direito, e até algum trabalho, que faz parte. Mas estou de volta, e temo que seja uma semana muito complicada aqui no trabalho.  

 

Voltar Férias.jpg

 

Deixo-vos apenas um cheirinho do que se passou e até porque preciso de uma ajudinha vossa.

Há cerca de uma semana e meia, encontrámos no terreno de casa um passarinho pequenino que já estava mais para lá do que para cá. Provavelmente tinha caído do ninho e nós bem que o procurámos para o tentar colocar de volta, mas não foi possível. Ora, começámos a alimentar o passarinho com uma seringa diariamente, com comida e água, até que ele começou a comer diretamente das nossas mãos. Ontem, aprendeu a bicar, mas ontem era também o dia do regresso e se o deixássemos lá provavelmente teria morrido pois não é autónomo.

Tornou-se bastante sociável: não tem medo das pessoas nem de nada, excepto das formigas que já o picaram. Anda no nosso ombro, feliz e contente, apesar de já dar alguns voos grandes.

Qual é o problema? Tenho um verdilhão na cozinha! Nem gaiola tem, apenas uma caixa improvisada. 

Acham que para a semana o consigo devolver à natureza ou está demasiado dependente e já não se consegue desenrascar sozinho?

 

E aqui está o passarinho:

untitled2.PNG

 

Férias

Mafalda férias.jpg

 

 

E chegou o tão esperado dia, o dia em que finalmente vou de férias de verão. E para conter toda esta emoção e agitação, deixo-vos algumas sugestões do que podem fazer: 

 

  • Caminhadas pela praia, inspirando e expirando lentamente, atentos a tudo o que vos rodeia;
  • Sonhem, sonhem muito, pois quanto mais sonharem mais livres se sentirão;
  • Ler muito. Tudo aquilo que conseguirem, pois o verão inspira aventuras, inspira a imaginação e nada melhor que um livro para nos acompanhar;
  • Problemas para trás das costas, há que tentar esvaziar a mente e moldá-la para mais um ano cansativo;
  • Cantar e dançar sem medos, sem vergonhas, em casa, no terraço, no jardim, em qualquer lugar!
  • Fazer desporto, qualquer um!
  • Alegria sempre presente a cada dia;
  • Ser feliz.

 

Desejo-vos umas excelentes férias, se for caso disso. No final de Agosto cá estarei para vos contar as aventuras e desventuras que vivenciei!

 

E tal como prometido, aqui está o resultado tão esperado do passatempo... Tive uma bela surpresa, pois verifiquei que a concorrente listada abaixo da vencedora é a minha mãe!!! Foi quase mãe!!! Não desistas!

vencedor.bmp

 

Obrigada, reúni 603 participações no passatempo. Obrigada do fundo do coração. Mais passatempos virão e tudo graças à vossa participação! Obrigada!

Irei enviar um e-mail à vencedora para que a Editoria possa enviar o livro.

 

One smile a Day.. com a Sara

Como todas as regras têm uma exceção, aqui está a exceção do "One Smile a Day" que hoje é servida à quinta-feira, para que amanhã me possa despedir e desejar umas excelentes férias a todos.

Posto isto, a minha convidada de hoje é a Sara, autora do blog Sara Beauty. A Sara esteve ausente quase 1 mês por causa de um problema com o carregador do computador, contudo, agora está de volta e regressou da melhor forma. O blog tem um visual muito simples e apelativo, nele podemos encontrar moda, maquilhagem, dicas de ginásio, cinema e música, bem como a componente pessoal sempre presente. A Sara tem uma personalidade muito própria e cativante, está sempre bem disposta e brinda-nos sempre com comentários simpáticos. Espreitam o blog que não se vão arrepender.

 

Desde já, queria agradecer imenso à Chic’Ana pelo convite e hoje resolvi partilhar, em mais detalhe, uma das minhas peripécias que, segundo a minha família, é uma das melhores (e que provavelmente já a viram num comentário aqui no blog da Ana).

Então, tinha eu cerca de 4 ou 5 anos e era sábado, ou seja, dia de ir levar a minha irmã à catequese, pois estávamos na casa dos meus avós. Ora, naquela altura, havia uma passagem que era larga o suficiente para passarem duas pessoas, e, ao lado, um terreno de terra batida que, como o tempo andava chuvoso e tal, estava cheio de urtigas. Continuando... aqui a Sara ia a andar e mesmo à minha frente estava um gato (ou gata, vá-se lá saber!). O meu cão, o Polly que deveria de estar no seu segundo aniversário e adorava perseguir gatos, lá descobre o raio do bicho que estava à minha frente e, na sua pressa de perseguir a sua presa, nem se dignou a fazer uma ultrapassagem como deve ser.

Imaginem um ring de bolling, imaginem a Sara como o último pino que ainda se mantém de pé e agora imagem o cão como sendo uma bola de bolling... Pois é! E ele acertou em cheio! E para onde é que o pino/Sara caiu? Isso mesmo, para o meio das urtigas, e ainda por cima, caiu de cara! Estão a ver o sarilho onde me meti... E alguém ajudou-me? Não! Tudo a rir-se enquanto que a Sara chorava desalmadamente e gritava para a tirarem dali. Depois de muito esforço e de muitas lágrimas, lá a Sara saiu dali.

Chegadas à igreja, vem a mãe de uma das colegas da minha irmã e pergunta à minha mãe o que se passou e, após a descrição do acontecimento, a mulherzinha não aguenta e desmancha-se a rir na minha cara. E lá estava a Sara, com cara de poucos amigos e toda picada das urtigas, dos cabelos aos tornozelos, literalmente, enquanto a mulher se ria e ria e pedia desculpas por não aguentar. Os meus ricos pés ainda hoje agradecem naquele dia eu ter usado ténis, ou os coitados também teriam sofrido...

Oh Sara o que eu me fartei de rir, ri-me na altura em que me contaste e agora também! Só de imaginar...

cão arrastar.jpg

Muito obrigada por esta bela partilha.

O passatempo termina hoje, já todos concorreram?

 

E relativamente ao post de ontem, aqui está a minha excelente companhia!

Tudo uma questão de companhia..

O segredo da felicidade reside na companhia perfeita.

companhias.jpg

 

Quem mais tem amigas sempre tão compreensivas? A amizade é um pilar fundamental na vida de cada um, e esta pode vir de qualquer parte: colegas de trabalho, colegas de faculdade, amigos de décadas, família. Não importa há quanto tempo são amigos, há laços de amizade que se estabelecem num piscar de olhos e que ficam e ganham uma importância enorme.

São eles que nos ajudam a ultrapassar as dificuldades, são eles que estão para sorrir connosco e dividir as tristezas que nos assolam.

Cuidem de um amigo diariamente pois ele é um dos bens mais preciosos que temos!

 

E por falar em boas companhias, hoje estou na companhia de uma excelente blogger. Atualizo o post daqui a pouco!

 

 

Brincadeiras com Crianças

Há pouco tempo tivemos um casal amigo a jantar em nossa casa. Esse casal já tem uma menina de 5 anos, que fez as minhas delicias.

Adoro crianças e alinho em qualquer brincadeira com elas e elas geralmente simpatizam imenso comigo, deve ser por ter uns olhos grandes e expressivos e uma cara assim redondinha. Pelo menos é a justificação que o M apresenta para tal.

 

Contudo, desta vez os meus serviços foram dispensados e bem dispensados.

 monstro_dia_crianças.jpg

Menina: Ana, anda, vamos brincar, agora vamos fazer de conta que tens uma creche.

Chic ‘Ana: Ok, vamos a isso. Eu fico com a tua filhota (boneca) e tu fazes de conta que és a mãe e que a vens buscar ao colégio.

 

Esta brincadeira durou ainda uns bons 20 minutos.

 

Menina: Vá, agora já chega, vamos brincar ao fundo do mar. Tu és uma sereia.

 

E aqui a Ana deita-se no chão, de lado, começa a fazer pernas de mariposa, rebola para um lado e para o outro na tentativa de se deslocar como uma sereia..

 

Menina: Hãaa (a olhar para mim desconfiada).. É melhor continuares a ser uma humana. Acho que tens mais jeito para isso.

 

A sério? Depois de tanto trabalho sou assim dispensada e destinada a ser para sempre uma humana?

 

 

E vocês, também costumam alinhar nas brincadeiras com as crianças? Eu não dispenso um bom jogo de tabuleiro ou um puzzle, adoro!

O teste da Agulha

Imbuída pelo espírito de sexta-feira em que a Melhor Amiga nos contou uma história muito engraçada sobre a infância, resolvi fazer o tão famoso teste da agulha para saber quantas crianças iria ter.

 

Estava eu em pleno batizado, num dos tempos mortos, quando me dirijo à minha pochete, muito chique e fina, e retiro uma agulha e uma linha.

Primeiro pensamento geral – Com certeza que ela descoseu o vestido e veio prevenida. Sim senhora.

 

Após uma pequena pausa, começa a Ana a bater 3x com a agulha na palma da mão à espera de alguma reação. Esperou, esperou e nada de mexer.

Nesta altura estavam todos a olhar para mim com cara de aparente espanto e surpresa.

Tentei mais uma vez e nada. À terceira tentativa começou a mexer.

Fiquei muito contente e tal como me tinham aconselhado a fazer, continuar até ela parar… E … quando não pára???!

 

A agulha não parou! A agulha mexeu-se umas 8 vezes até eu ficar com medo e decidir acabar com o jogo!

 

Bom, já não tenho idade para ter 8 ou mais crianças, posto isto, será que vou ser ama ou gerir uma creche no futuro!?

 

pais-de-primeira-viagem-bebe-gravidez-lancamento-d

 O passatempo termina já esta quinta-feira! Boa sorte a todos!

One smile a Day.. com a Melhor Amiga

A minha convidada desta semana é a Melhor Amiga, autora do blog com o nome “Melhor amiga procura-se”.  É um blog recente, quase a completar 4 meses de existência. O nome surgiu pela vontade em estabelecer um relacionamento de amizade perfeita com o blog. Nele podemos encontrar a sua opinião, confidências e experiências, no fundo a sua vivência. Casada e com uma filhota de 2 anos, adora ver televisão, viajar e o gosto pelo desconhecido, não descurando os a componente  tipicamente feminina.

Sinceramente espero que já tenhas encontrado muitas e muitas amizades por estes lados. Eu gosto imenso de te visitar todos os dias, e se isso não é amizade, está lá muito, muito perto! 

Esta história passou-se tinha eu 14 anos, mas resolvi contar porque ainda hoje me rio com a minha inocência/estupidez. Embora aos 14 anos não deve-se ser assim tão inocente.

Existe um teste super científico para saber quantos filhos se vai ter, onde o teste consiste em ter uma agulha pendurada num cordel, esticamos a mão (dizem que a esquerda) e deixa-se a agulha funcionar com se fosse um pêndulo, onde cada vez que ela se mexia era um filho.

Como não se tinha uma agulha, fizemos com um anel, porque diziam que era a mesma coisa, fizeram a 3 pessoas antes de mim e aquilo dava certo, pois eles já tinham filhos, quando chegou a minha vez, aquilo simplesmente não se mexia….  Repetiu-se o teste mais duas vezes e continua a não se mexer… Resultado, não dei parte fraca, mas quando sai de lá, fui a correr para casa a chorar baba e ranho, porque não ia ter filhos….

Até hoje não sei se fizeram de propósito, nunca quis perguntar, mas entretanto já tenho uma filhota linda e como tal posso comprovar a veracidade do teste…

 

Eu adorei a história, por toda a ingenuidade que a caracteriza. Realmente acreditávamos em cada coisa antigamente!

Felizmente tens uma linda menina, e o teu desejo concretizou-se.

 

mafaldamae.jpg

Agora vamos lá, todos a participar!! Bom fim de semana!

Recensão Literária e Passatempo "O Beijo da Morte"

E hoje trago um livro um pouco diferente do habitual:  

O Beijo Da Morte.jpg

 

Autor: C. R. Olim

 

Título: O Beijo da Morte

Editora: Chiado Editora

Data de Publicação: Fevereiro de 2016

Páginas: 576

 

ISBN: 978-989-51-6372-4

 

 Idioma: Português

Colecção: Viagens na Ficção

PVP: 15€

 

Sinopse

Quem matou Maria Santos?

A inesperada e horrenda morte da jovem estudante de enfermagem deixa em choque todos aqueles que a conheciam. Quem matou Maria, e acima de tudo porquê, são duas questões que atormentam a sua mãe e amigos. Entre o presente e o passado, O Beijo da Morte segue a investigação dos cinco inspetores responsáveis pelo caso, dando-nos a conhecer esta jovem exemplar e todos aqueles que desempenharam um papel na sua vida, quer para o bem, quer para o mal.

 

Crítica / Recensão Literária

Este é um livro que nos prende do inicio ao fim, é um livro bastante interessante e que ganha protagonismo por se desenvolver em território nacional, aumentando assim a minha curiosidade e criando uma ligação de proximidade mais intensa.

 

Maria Santos, tal como indicado na sinopse, é a personagem principal, uma estudante de enfermagem que é assassinada num dos locais que deveria ser dos mais seguros e o seu porto de abrigo: a própria casa. Nada fazia antever tal desfecho, e, é aqui que se inicia uma investigação profunda e que questiona muitos conceitos e também problemas que podem fazer parte do dia a dia de tantas famílias – uso de drogas, autismo, famílias carenciadas, álcool, depressão, entre outros.

É um livro muito real! Um livro que explora as emoções, segredos e visão de cada um dos intervenientes.

 

Uma leitura simples, graficamente apelativa e com a qual nos conseguimos identificar.

 

Deixo a pergunta no ar: quem será que matou Maria Santos? Uma coisa vos digo, o assassino não é nada óbvio!

IMG_20160719_191343.jpg

 

Acede aqui ao formulário!

 

Quanto ao sorteio, só existem dois campos obrigatórios: o nome e o e-mail, para vos poder contactar caso sejam os grandes vencedores, portanto, qualquer um pode participar. Quanto aos restantes campos: Se forem subscritores do blog no sapo, ou por e-mail, ganham mais uma entrada na tabela, se forem seguidores no facebook da Chic' Ana, ganham outra entrada, o que aumenta a probabilidade de ganharem!

 

Passatempo ativo até dia 28 de Julho, os resultados sairão dia 29 de Julho.

 

Boa sorte a todos!